Óbidos Cidade Medieval | Passeio imperdível perto de Lisboa


Cada vez mais brasileiros tem se encantado por Portugal, em especial Lisboa. Tem algo de nossa ancestralidade, o fato de falarmos a mesma língua e de termos tantas coisas em comum que vem atraído cada vez mais brazucas para visitar as terras lusitanas. E posso falar? Realmente vale a pena a visita! Os “nossox irmãox purtuguesex” são super acolhedores, a comida é deliciosa e o país, repleto de cultura. Durante minha estadia por lá, teve um passeio que foi simplesmente meu favorito: a cidade medieval de Óbidos! Como poucos brasileiros que conversei estiveram de fato na cidade, decidi contar hoje para vocês um pouquinho do lugar e, quem sabe, convencê-los que vale incluir essa parada no roteiro de viagem. Vamos lá?

Fonte de imagem: www.portugal.com

História de Óbidos: a cidade medieval que fica perto de Lisboa

Como a maioria dos brasileiros em Portugal acaba concentrando sua estadia em Lisboa, não adiantaria sugerir um passeio muito distante. E puxa, para quem está de passagem pela primeira vez no país nem precisa se afastar muito da capital: de fato Lisboa com seus 2 milhões de habitantes é uma cidade incrível com muita coisa pra fazer. Mas, ainda assim, vale incluir algumas viagens a cidades próximas no roteiro. É que a 40, 50 minutos da capital você encontra cidadezinhas medievais de tirar o fôlego, que ficarão para sempre na sua memória. Óbidos é, talvez, a mais charmosa delas.

O lugar tem história praticamente “desde que o mundo é mundo”. Até registros de homens do período paleolítico são encontrados por aqui. Talvez por sua excelente localização junto ao mar, com braços da lagoa que chegavam até o morro, o fato é que Óbidos sempre foi um ponto estratégico para as civilizações que ali existiram. Fenícios, Romanos, Mouros, Visigodos…

Mas a história da cidade como conhecemos começou efetivamente no século XII quando Óbidos foi reconquistada durante as cruzadas. Daí em diante a cidade fortificada cumpriu papel de ponto de defesta dos templários, dote de rainhas, palco da guerra peninsular… Foram tantas aventuras e momentos históricos vividos por aqui que atualmente Óbidos é considerada uma das “maravilhas de Portugal”.

Fonte de imagem: www.wikipedia.org

Por quê visitar?

Se você nunca visitou os castelos europeus, certamente a passagem por Óbidos é obrigatória! Como que saída de um conto de fadas medieval, a cidade murada fica no topo de uma montanha. Com suas casinhas brancas com janelas amarelas e azuis, calçamento de pedra e muralhas suntuosas, a cidade é realmente uma das mais charmosas que já visitei! É possível se perder pelas ruas repletas de lojinhas, restaurantes e flores, até chegar no Castelo que fica no ponto mais alto da cidade. Do alto da muralha a vista é estonteante. Além de vivenciar a história através dos pontos turísticos da cidade e de cada esquina ser digna de um cartão postal, Óbidos também é casa de excelentes restaurantes, alguns até estrelados pela Michelin. História, compras, gastronomia… Tem como um lugar oferecer mais coisas #dojeitoqueoturistagosta? Rs… Por esse motivo o turismo na cidade tem crescido a cada ano.

Fonte de imagem: www.checkincomsandra.com.br

O que visitar?

No meu roteiro de viagem, separamos meio dia para vivenciar Óbidos. Como ela fica à 50 minutos de carro de Lisboa, saímos pela manhã e chegamos rapidamente. Almoçamos na cidade e tivemos tempo para visitar alguns dos pontos turísticos (mas não todos) antes de voltas à capital.

Dica: se você estiver com tempo, acredito que vale a pena passar um dia inteiro nessa cidadezinha perdida no tempo. Especialmente se você for no inverno (quando os dias são mais curtos), um dia inteiro será o ideal.

Fonte de imagem: www.historiasdeviagem.com.br

Porta da Vila:

Assim que você chega na parte murada (é necessário estacionar o carro na parte de fora da cidade), você dará de cara com a Porta da Vila: principal entrada da cidade durante a idade média. Seu portal é revestido de azulejos com motivos alegóricos da Paixão de Cristo. Vale a pena a visita.

Fonte de imagem: www.ronienfoque.com.br

Rua Direita:

Depois será a hora de pegar a rua principal da cidade e subir para o seu “centrinho”. Uma das ruas mais charmosas da cidade, nessa pequena avenida será possível ver as casas brancas com detalhes em amarelo e azul que até lembram, de certa forma, nossas cidades coloniais como Ouro Preto. É essa avenida que liga a Porta da Vila ao Castelo.

Fonte de imagem: www.pinterest.com

Fonte de imagem: acervo pessoal Nine Boianovsky

Pelourinho e Telheiro:

Siga subindo até chegar na Praça de Santa Maria, onde funcionou o mercado aberto da cidade até o início do século XX. Aqui estará o pelourinho, uma coluna de pedra que era o símbolo do poder municipal.

Fonte de imagem: www.rotasturisticas.com

Castelo:

Continue a subir até chegar no Castelo, principal atração da cidade. Como a cidade existe a tantos milênios, não se sabe ao certo a origem dessa construção. Imagina-se que ele foi criado em um primeiro momento pelos romanos e foi fortificado alguns séculos depois pelos mouros. Após ter sido conquistado pelos cristãos em 1148, ele passou por diversas reformas, restaurações e ampliações.

Infelizmente não é possível visitar seu interior: dentro do Castelo funciona uma pousada boutique desde a década de 50. Mas, só observar seu exterior já vale a visita. Sabe aqueles Castelos das histórias que ouvimos quando pequenos? Então, você estará diante de um desses! E o melhor: é possível subir nas muralhas para apreciar a vista. Impressionante como as construções se mantém até os dias de hoje. Não tem como visitar esse Castelo e não pensar em tudo que foi vivido naquele exato lugar por séculos e séculos….

Fonte de imagens: acervo pessoal Nine Boianovsky

Fonte de imagem: www.tripadvisor.com

Museu Paroquial – Igreja São João Batista

Óbidos, apesar de seu pequeno tamanho, possui diversas igrejas. A que eu acredito que vale mais a visita é a Igreja São João Batista, construída em 1309. Apesar de sua origem tão antiga a igreja recebeu diversas modificações e ampliações que resultam em uma das construções mais interessantes da cidade.

Pensa que os monumentos de Óbidos terminam por aqui? Que nada, clique aqui e saiba mais sobre outros pontos para conhecer durante a sua visita e clique aqui para mais informações sobre os museus e galerias da cidade.

Fonte de imagem: acervo pessoal Nine Boianovsky

Eventos sazonais:

Além dos pontos turísticos clássicos, a cidade ainda prepara algumas surpresas que encantam os visitantes ano após ano. Se você der sorte de estar em Portugal em um desses eventos, recomendo muito a visita!

Fonte de imagem: www.flikr.com

Verão: Mercado Medieval

  • Data: normalmente do início de julho ao início de agosto
  • Funcionamento: quinta à domingo
  • Preço: 7 €. Gratuíto para crianças até 11 anos.
  • Compre aqui

Nada melhor do que estar em uma vila medieval, certo? Errado! Ainda mais incrível que estar em uma vila medieval é assistir a essa vila ganhar vida. Nessa recriação histórica Óbidos se transforma em um burgo da idade média: comerciantes, cavaleiros, médicos, artistas, bobos da corte, músicos… Todos invadem a cidade durante os dias de funcionamento do festival. Imagina que incrível ver com seus próprios olhos um torneio de cavaleiros, uma apresentação de cospidores de fogo e assistir a danças medievais? Não tem preço, né?

Espia só como é o evento:

 

Inverno: Vila Natal

  • Data: normalmente do fim de novembro à primeira semana de janeiro
  • Preço: Gratuito
  • Saiba mais: clique aqui

Assim como os castelos franceses preparam uma programação especial para o Natal, Óbidos não poderia ficar para trás né? Para quem tem crianças pequenas esse será, sem dúvidas um dos passeios mais divertidos: a vila do Papai Noel conta com tobogã no gelo, pintura facial, jogos, brinquedos, trenzinho, áreas dedicadas a personagens como Alice no País das Maravilhas, Pequeno Principe… E é claro ao Papai Noel em pessoa! Olha só tudo que acontece na Vila:

Outros eventos sazonais:

Para os mais religiosos os eventos de Páscoa da cidade são muito bonitos (veja aqui). Outro evento legal na cidade é o Festival do Chocolate que costuma acontecer entre março e abril (veja aqui).

Fonte de imagem: www.marinamourao.com

Como chegar?

Decidiu visitas Óbidos? Então se ligue nas informações abaixo e já comece a planejar a sua visita:

De carro:

  • Pegue a rodovia A8 em direção a Leiria. Você sai da autoestrada na saída 15. São 80 quilômetros feitos em mais ou menos em 1h. O pedágio custa € 4,65.
    Importante: o estacionamento é pago (normalmente € 1,50 a hora) e fica do lado de fora da cidade murada. As placas da estrada indicam facilmente a entrada para os estacionamentos.

De ônibus:

  • É tranquilo chegar a Óbidos de ônibus. A RodoTejo faz o trajeto saindo da estação de Campo Grande (linha verde), em Lisboa. São vários horários por dias. A viagem dura 1h e a passagem custa € 7,55. Depois da rodoviária para a Porta da Vila é super rápido.

De trem:

  • Há uma parada de trem em Óbidos, mas fica bem longe da vila.

Tempo de viagem:

  • Aproximadamente 1 hora.

Fonte de imagem: www.flytap.com

Espero que vocês tenham gostado de conhecer um pouco mais sobre essa cidade encantadora portuguesa! Quem aí já esteve em Óbidos? O que acharam? Me contem!

Beijos,
Nine

Fonte de imagem de capa: www.dicasdelisboa.com.br

Postado por:

Nine Boianovsky

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão destacados.

Voltar ao Topo