Guia de Bolso Gratuito | DoJeitoQueBrGosta

Seguro Saúde Viagem | Porque ficamos doentes em viagem e o que fazer


Para mim, o seguro saúde é tão importante quanto os documentos de viagem em uma viagem ao exterior. Considero um item fundamental de viagem pois o sistema de saúde nos EUA é privado e caríssimo. Até um problema simples pode resultar em uma conta extratosférica no fim das férias. Para evitar que isso aconteça é que entra o seguro saúde.

seguro-saúde-de-viagem-como-escolher

Fonte de imagem: www.valleyhealthsystemlv.com

Ficar doente em viagem é mais comum do que você imagina…

Imagine você, lindo, curtindo a Disney quando, de repente, pega um resfriado. Normal, né? Mas e se esse resfriado evolui para uma dor de garganta? Se fosse no Brasil, 2 dias em casa e você estaria zerado… Mas em viagem? Temos um roteiro programado há meses e que não queremos perder nada (com razão). Agora, curtir as atrações doente? Andando em torno de 9 km por dia? As férias dos sonhos vão virando um “pesadelo”. Tantos meses de planejamento e economia e você sequer consegue prestar atenção no Mickey entre um espirro e outro. Não é justo né? E quer saber o pior? Isso é mais comum do que você imagina…

Fonte de imagem: www.mirror.co.uk

Por que nós ficamos doentes em viagem?

Durante meus anos como guia cansei de ver meus passageiros ficando doentes durante a viagem, especialmente no verão. Eu mesma já passei por bronquite, insolação, gripe, dor de garganta… Quase todas as “doenças comuns” eu já tive em Orlando, rs.

Mas você pode se perguntar: se tenho uma saúde perfeita no Brasil, o que me levaria a ficar doente nos EUA? Bom, de acordo com a professora de Stanford Health Care, Catherine Forest, “o que nos faz ficar doentes é normalmente uma dessas duas coisas: ou você aumenta sua exposição aos vírus e bactérias, ou você aumenta sua suscetibilidade a eles”. Em se tratando de viagem, normalmente acontecem os dois.

Fonte de imagem: www.healthytravelblog.com

3 coisas que nos deixam doentes em viagens:

1º. Contato com multidões:

Seja nos aeroportos, parques temáticos ou pontos turísticos. A verdade é que quando estamos viajando estamos em um contato muito maior com grandes grupos de pessoas. Para piorar essas pessoas vem de todas as partes do mundo e, portanto, podem ter contato com vírus raros aqui no Brasil. Resultado? A chance de você pegar alguma coisa é bem maior. Assim como os professores das escolas primárias estão mais sucetíveis a pegar resfriados, nós, em contato com multidões, também enfrentamos um risco maior de pegar doenças transmitidas por vírus e bactérias.

2º. Poucas horas de sono e mudanças na rotina:

Durante a viagem a gente quer fazer de tudo, ver tudo, experimentar de tudo… Basicamente viver ao máximo aquela experiência. E por isso, quase sempre, nós dormimos pouco e andamos muito. Saímos totalmente da rotina a qual o nosso corpo está acostumado. E, dependendo da forma como o seu corpo se adapta às mudanças, o preço poderá ser maior ou menor.

Mesmo para quem faz atividade física regularmente, só o fato de dormir pouco já pode baixar a imunidade. Junte isso ao ar condicionado forte dos EUA, a má alimentação durante os passeios e pronto: o terreno para a doença está “preparado”, rs. Também é por isso que crianças e idosos costumam ficar doentes com mais facilidade durante as férias: seu sistema imunológico é “menos preparado” para as mudanças que acontecem na viagem.

3º Até o stress pré viagem pode afetar a saúde:

Pense na correria que é a semana da viagem, rs. Quem está inscrito no nosso Contagem Regressiva, sabe bem: é muita coisa para organizar, últimos detalhes para pensar, prazos no trabalho para entregar… Realmente uma loucura! Mas, tente não se deixar levar pelo stress das últimas atividades. De acordo com Akram Khan, um especialista em doenças pulmonares da universidade de Oregon (EUA), “o stress tende a enfraquecer o sistema imunológico. Correria para pegar voos, roteiros impossíveis de cumprir e grandes mudanças no fuso horário aumentam a susceptibilidade do corpo à infecção”. Muitas vezes o seu sistema imunológico já sai tão debilitado do Brasil que, qualquer alteração por menor que seja, terá um efeito enorme na sua saúde durante a viagem.

Fonte de imagem: www.parksleepfly.com

Como me previnir?

Dei várias dicas de prevenção aqui. Entre elas estão: lavar constantemente as mãos, tomar vitamina C antes e durante a viagem e buscar uma alimentação mais saudável nas férias. Claro que a gente espera que nada de ruim aconteça na viagem… Mas como vocês viram, é bastante possível ficar doente por lá (conforme falei até comigo já aconteceu milhares de vezes). Portanto, caso isso aconteça é necessário saber o que fazer.

O que eu devo fazer caso eu fique doente?

A melhor solução, a mais eficaz é acionar o seguro saúde. Quanto mais a gente protela ir ao médico, mais tempo a doença nos acompanhará durante a viagem. E o pior: ela tende a se agravar.

Vejam o que aconteceu comigo…

Durante um dos meus intercâmbios na Disney, o Super Greeter, fiz uma viagem de fim de semana para Miami e voltei na estrada (4 horas de carro) com a roupa de banho molhada no ar condicionado… Resultado? Uma super gripe. Eu, na época, não dei muita bola aos espirros. Lembro que meu programa estava quase no final e eu queria aproveitar ao máximo. Tomei meus remédios de uso quotidiano, não da forma certa por sinal, rs. Tomava um dia e esquecia 3. O que aconteceu? Uma simples gripe evoluiu para uma bronquite. Cheguei a um estado em que não dava mais para aguentar e acionei o seguro saúde.

Fui ao hospital nos EUA, fiz todos os exames e foi confirmada a bronquite. Depois de devidamente medicada fiquei até de atestado do meu trabalho como Cast Member. Por “preguiça”e descuido, ao invés de perder 2 dias do meu programa, perdi 6. Isso porque se logo após Miami eu já tivesse ido ao médico, sem dúvidas teria evitado a terrível bronquite que me pegou depois. A minha sorte foi que eu não viajo sem seguro saúde, pois, caso estivesse sem ele teria como prejuízo além dos dias perdidos de viagem, alguns milhares de dólares #tenso.

Fonte de imagem: acervo pessoal Nine Boianovsky

Por que o prejuízo teria sido tão grande?

Porque como a saúde nos EUA é privada, todos os exames são pagos (e são muito caros). Em minha visita ao hospital lembro que em uma hora fiz: exame de sangue, de urina, raio-x do tórax e exames de rotina com um dos médicos do hospital. Some cada um desses exames e imagine quanto teria saído a minha conta, rs.

Não tem como se virar sozinho?

Não! É o que eu falei antes: quanto mais você espera para acionar o seguro saúde, pior é. Você fica “se arrastando” na viagem. Ao invés de já resolver e melhorar em 2 dias, você perde logo 6, 8 dias. Para completar qualquer antibiótico nos EUA é manipulado. Portanto, é quase impossível conseguir um remédio mais forte em uma farmácia como o Walgreens. Para quem fica doente, a única solução para se curar rápido é realmente acionar o seguro saúde.

A solução para os seus problemas…

É por isso que eu digo que o seguro saúde é fundamental para a viagem! Ele será a forma mais rápida, eficaz e barata de resolver seu problema de saúde durante a viagem. Como esse é um assunto muito sério, decidi gravar um vídeo para conversarmos mais facilmente. Nele também explico o passo a passo para contratar seu seguro saúde:

Qual Seguro Viagem contratar?

Cada seguro terá um valor de apólice/ cobertura específico. Por isso acho legal o serviço da Real Seguros de Viagem que mostrei no vídeo. Eles são um um comparador de seguros, que mostra valores e coberturas de várias empresas diferentes, ou seja, você pode comparar o melhor custo x benefício. Assim fica mais fácil “bater o martelo” na hora da compra. Outra coisa legal da Real é que você paga em reais em até 6x no cartão #queremos, rs

Dica final, muito importante:

Depois de contratar o seguro, é importante ter sempre suas informações em mãos durante a viagem. Digo isso pois muitas pessoas contratam o seguro e acabam deixando a apólice no hotel junto com os passaportes e documentos de viagem. E aí, vai que você precisa acionar o seguro durante um passeio em que você está na rua, como vai fazer? Por isso recomendo andar com as informações do seguro sempre com você.

Se o seu seguro der uma carteirinha coloque-a na carteira. No caso de uma apólice em papel é possível apenas anotar o número de emergência (1800) e o número da apólice. Outra opção é tirar foto da apólice com o seu celular e ter as informações sempre com você 🙂

seguro-saude-passo-a-passo-para-segurança-da-sua-viagem

Fonte de imagem: www.prohealthblog.com

É isso, desejo que com essas dicas vocês viajem mais tranquilos. A Real Seguro Viagens tem sido muito útil na minha correria de viagens internacionais, espero que ela possa ser útil na viagem de vocês também 🙂.

Espero que vocês não precisem acionar o seguro saúde nas férias de vocês mas, caso acionem, que minhas dicas tenham sido úteis e que o incomodo (qualquer que seja) passe o mais rápido possível!

Beijos
Nine

Fonte de imagem de capa:  www.expatica.com.

Se você gostou deste post, também vai adorar:

Postado por:

Nine Boianovsky

6 Comentários

  1. Murilo Ferreira -  17 de janeiro de 2018 - 07:59 105829

    Onde e como adquirir somente o seguro bagagem?

    Responder
    • Nine Boianovsky -  17 de janeiro de 2018 - 16:43 105832

      Olá Murilo,

      Tudo bem? Para seguros mais específicos sugiro entrar em contato com uma agência de viagens. A Dani da Roteiro sob Medida é uma parceira aqui no site e poderá te ajudar nisso. O email dela é dani@roteirosobmedida.com.br 🙂

      Abs,
      Nine

      Responder
  2. Thailise Silva -  10 de novembro de 2016 - 17:52 99725

    Boa tarde! Entrei no site da International Travel Assistance e vi seguros com preços melhores do que uma agência me passou. Você conhece essa empresa? é seguro?
    obrigada

    Responder
    • Nine Boianovsky -  14 de novembro de 2016 - 15:53 99760

      Olá Thailise,

      Conheço essa empresa sim, é confiável 🙂 . Use o código de promoção dojeitoquebrasileirogosta e ganhe um desconto 😉 .

      Abs,
      Nine

      Responder
  3. Renata -  30 de abril de 2015 - 14:17 6342

    Oii Nina! Surgiu uma dúvida.. no seguro viagem que eu fiz, já tem cobertura em caso de problemas de saúde no valor de US$ 15.000,00 dessa forma estou segurada ou vc acha necessário fazer um só para saúde? Bjos

    Responder
    • Nine Boianovsky -  6 de Maio de 2015 - 14:20 6501

      Olá Renata,

      Não entendi bem a sua pergunta. Você fez um seguro de saúde ou um seguro de viagem? Em todo caso é necessário ler a apólice para saber ao certo todos os benefícios do plano. Eu recomendo que você faça um seguro especificamente de saúde (para isso basta procurar uma agência de viagem).

      Era isso que você queria saber? Como não entendi bem a pergunta não sei se consegui te ajudar… Mas espero que sim 🙂

      Beijos,
      Nine

      Responder

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão destacados.

Voltar ao Topo